sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Modelos vestidos Deputantes

Em 2013 os vestidos para debutantes estão mais diferenciados, modernos, e estilosos. A festa de 15 anos é um dos grandes sonhos das meninas, e sem dúvidas elas querem está impecável nesse dia tão especial. E a moda traz diferentes opções de escolhas, tendo como destaque cores quentes, e modernas, deixando o visual da aniversariante mais elegante.













Uma das grandes tendência para os vestidos de debutantes 2013, são aqueles que parecem com os dos contos de fadas, as meninas mais modernas podem optar também por vestidos de um ombro só, para as meninas que tem os seios grandes os mais indicados são os modelos frente- única, e as românticas podem optar por vestidos ombro - a- ombro tornando a debutante realmente uma princesa.





http://fashiongood7.blogspot.com.br/search/label/Moda

blusas batas

Queridas mulheres virtuosas, neste post  achei vários idéias de blusas e batas que podemos estar usando com vários tipos de peças, calças, saias e também shortinhos!!!Lindas blusas estampadas!!!Confesso a vocês que amo roupa nova!!!Que  se pudesse vestiria roupa nova todos os dias!!!!


Essa e maravilhosa para quem gosta de um estampado mais discreto!!


Que linda esta também para uma mulher mais moderna que gosta de inovar, abuse das cores!!!Nós mulheres virtuosas podemos tudo!!!


Essa realmente e maravilhosa, amei esta apesar de eu ser mais discreta!!!Ate ousaria usando essa linda blusa estampada , com lindas rosas!!Você que é uma costureira, ou como eu ama roupa nova e nem sempre tem uma grana para  investir em peças caras, compre em sua loja preferida uma metragem de tecido que você possa estar fazendo essa linda camisa e fique linda!!


Que graça esta também se pudesse faria todas!!Mais infelizmente não posso!!Mais fica mais essa dica!!! Mais apenas alguns cuidados :você que esta um pouco acima do peso cuidado com peças muitas largas!!

Você sabia que nosso coração é enganoso?


Alguns duvidam que o nosso coração possa nos levar a tomar atitudes erradas. Eu também já duvidei um dia....Crescemos ouvindo " ouça sempre a voz do seu coração". Entretanto a Palavra de Deus nos ensina que o nosso coração além de ser enganoso é terrivelmente corrupto.O Profeta Jeremias nos alerta a lutarmos contra a natureza pecadora que nos leva a agir a nossa própria maneira. " Enganoso é o coração mais que todas as coisas, e perverso, quem o conhecerá?Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos, e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações  "  Jer 17 (9-10).Vencer velhos hábitos, abandonar os "pecados de estimação" e assim vencer a carne se torna uma luta constante.A alma representa nossa mente (intelecto),  vontades, emoções, nosso Eu.Não importa o nível espiritual que possamos estar devemos estar vigilantes a tudo que vemos, ouvimos e lemos pois é através dos nossos olhos, ouvidos e boca que deixamos nossa mente ser contaminada e por consequência nosso coração.O que você anda lendo?O que anda assistindo na TV, na Internet?
O que anda declarando??palavras de bênção ou maldição???
Somente Deus sabe o que está dentro dos nossos corações. ás vezes nem mesmo nós sabemos.
Davi nos ensina no Salmo 139:24 o caminho para sermos abençoados. Pedir a Deus que nos sonde e nos revele se há em nós algum caminho mau e nos guie a retidão. Esse é um exame minucioso, mas só assim poderemos reconhecer o pecado, nos arrepender e sermos perdoados.
Todos os dias Ele nos dá a chance de um novo começo. Decida hoje a mudar!
Os planos de Deus são bons para todos que Nele creem. As lutas, as provações são para que se revele aquilo que temos em nossos corações e possamos ser curados, transformados e gerar frutos no Reino de Deus.                       
É isso aí..vamos ficar vigilantes!

       By Andréa Moraes

http://barnabelas.blogspot.com.br/2012/05/voce-sabia-que-nosso-coracao-e-enganoso.htm



     

Toda mulher deve ser..




Como Eva, que soube seguir em frente,e aceitar o perdão de Deus mesmo tendo sido a primeira pessoa a pecar.

Como a esposa de Noé, que acreditou nele, apoiando-o, mesmo quando ninguém quis acreditar na mensagem que ele pregava.

Como Sara, embora tendo duvidado da palavra de Deus, arrependeu-se, tornando-se mãe de uma grande nação.

Como Rebeca, que aceitou a vontade de Deus para sua vida, sem hesitar. 


Como Raabe, que arrependendo-se de sua vida de pecados, se deixou ser usada por Deus, ajudando numa das grande vitórias do povo de Deus. 

Como Rute, que deixando para trás seu povo para seguir a Deus, mostrou como Deus, se preocupa com suas filhas e deseja que vivam uma linda história de amor!

Como Débora, profetisa, que julgava o povo com sabedoria e justiça.

Como Ana, que orou pedindo um bebê, e o devolveu a Deus para que ele se tornar um grande profeta.

Como Abigail, mulher sensata, que evitou uma guerra e que muitos fossem mortos.

Como Ester, mulher fiel a Deus, disposta a morrer pela sua fé e pelo seu povo!

Como Maria, que com humildade, aceitou ficar grávida do Espírito Santo, antes de estar casada, numa época, em que isso poderia lhe custar a vida!

Como Maria Madalena, que após ser convertida, expressou sua gratidão a Jesus, de uma forma tão singular, que sua história, é contada até hoje!
Como Dorcas, que por viver abnegadamente, Deus a ressuscitou!

Como Lídia, mulher temente a Deus, de coração aberto às mensagem de Deus.

Como Eunice e Lóide, mulheres de fé, que souberam criar seus filhos nos caminhos de Deus, em momentos difíceis!

Todas estas grandes mulheres da Bíblia, foram como nós, tiveram seus momentos de fraquezas, mas se levantaram e deixaram seus exemplos de fé, amor, desprendimento, humildade, coragem, perseverança e esperança!

Que eu e você sejamos como elas, todos os dias, aliançadas com Jesus



Fonte: www.estudocristao.com

A Princesa do Senhor






Um homem segundo o coração de Deus roga a Ele por uma moça a qual o agrade, que o faça bem nos momentos de angústias, que possa confortar o seu coração por meio dos carinhos quando estiver triste. Mas o homem segundo o coração de Deus, antes, tem que provar ao Rei que é digno de ter uma linda Princesa em suas mãos.

O homem terá que ser fiel a ela assim como é fiel ao Senhor, terá que ser amoroso com ela assim como Deus é amoroso com ele, terá que ser compreensivo nos momentos ruins dela assim como Deus é compreensivo nos momentos ruins dele.

O Senhor é um Rei exigente e não dará nem se quer uma mão de suas Princesas a qualquer um, o que almeja uma Princesa de Cristo, antes, deverá ganhar batalhas, vencer tentações, vencer o inimigo, para provar que é capaz de amá-la mesmo quando as coisas estão direcionadas para larga-la. Após ganhar total confiança do Rei, Ele entregará a chave do coração de uma das suas Princesas.

O Rei é Amoroso e Bom, ter a mão de uma das princesas é questão de honra, mas o guerreiro em Cristo terá que ser capaz o suficiente para mostrar a Ele que é digno de receber uma joia tão rara em suas mãos. Assim como um leão faminto ataca suas presas, terá que ser sábio o bastante para ganhar a princesa do Senhor.

Homem de Cristo, lembre-se: Ele pode tirá-la de você e nunca mais devolvê-la, seja merecedor e quando ganhar a mão dela não desperdice essa chance única, ame-a como nunca amou uma outra mulher, pois ter o amor de uma Princesa do Senhor é uma grande honra a você.

http://dilma-soares.blogspot.com.br/2012/06/princesa-do-senhor.html

O Preço da Renúncia




Esperei muitos anos para realizar este sonho. Quando Issac chegou, um raio de luz acendeu em nossa casa. Eu e Sara, já não tínhamos tantas coisas para fazer. Coordenávamos os criados e cuidávamos das tendas, muitas pessoas dependiam de nós. Olhávamos para as crianças dos nossos irmãos israelitas: correndo, brincando, abraçando seus pais. Pareciam tão felizes. Agora, temos o nosso filho, um herdeiro prometido por Deus, uma promessa que significa eternidade.

Sara ficou mais bonita com a gravidez, passou a se sentir mais segura, amada, andar de cabeça erguida, mesmo sob os olhares de pasmo, os risos de deboche os murmurinhos. Sabíamos que a chegada de Isaac era um testemunho do poder de Deus de quanto Ele nos amava e zelava por nós. Muitos já me viam como um escolhido, abençoado, Isaac era a prova de que não existia impossibilidades para o meu Deus. Sim, homens e mulheres, vieram nos ver e perguntar sobre o Deus que servíamos.

Isaac era agora a maior maravilha que tínhamos. O bem mais excelente. Ele era a minha herança. Andávamos juntos nos campos, ríamos, conversávamos. Isaac era o centro de minha vida. Sara não tinha ciúmes da nossa relação, ela até gostava. Sabia que eu estava feliz. Tão logo Isaac começou a entender as coisas, lhe falei sobre Deus. Contei-lhe sobre as estrelas. Repeti o que Deus tinha me falado: “Filho, podes contar as estrelas? Assim será tua descendência”. Fiz planos para Isaac. Nos entendíamos muito bem.

Algumas vezes cheguei a pensar que o lindo menino estava tomando o lugar de Deus, porque se antes ao acordar eu olhava para o céu em oração de gratidão, agora, eu olhava para Isaac, passava horas vendo-o dormir, apreciando sua beleza. Quando ele acordava, sentávamos juntos á mesa e por todo o dia Isaac era a minha diversão. Eu o amava com todas as minhas forças. Apesar da sensação de estar abandonando Deus, prossegui em minha adoração a criação e ignorei ao Criador. Afinal, bem ali estava o Seu presente para mim.


A cada dia que  passava  me sentia mais perto de Isaac e mais distante de Deus. Eu estava feliz e isto era o que importava. Deus entenderia minha distância. Ele sempre entendeu tudo. Mas certo dia, no meio da noite, ouvi a voz do Senhor. Fazia muito tempo que aquilo não acontecia. Ele veio como no principio de minha caminhada. Pediu-me algo que parecia impossível: "Sacrifica teu filho". Doeu muito, não consegui mais dormir.  Acordei os criados e parti a Moriá. Os pensamentos eram de pesar. A situação estava remoendo minha alma.

Mas, era um momento de decisão: Deus estava a me provar, requerer de mim o bem mais precioso. Precisei escolher viver para Deus e morrer para o mundo. Por quase 80 km refleti sobre aquele pedido.  Em silêncio, revivi em minha memória, cada Palavra de Deus para mim. Eu precisava daquilo porque percebi que as promessas estavam morrendo, que eu já não era servo do Altíssimo, mas pai de Isaac. Talvez, eu até nem estivesse sendo, marido da Sara. Era hora de mudar. Deus entreviu na hora certa. As lágrimas escorriam em meu rosto, procurei disfarçar.


Na caminhada para o Vale da morte, encontrei vida e renovei os votos com o Senhor. Tive mais uma vez a certeza de que Ele não me abandonaria. “Em Isaac será chamada a tua descendência" ecoava em meu ser Gn 13:15, 16 e Hb 11:17: 18. Subi o Moriá. E enquanto Isaac nada entendia, meu coração se convertia. Minha vontade morria. A distância entre mim e Deus diminuía. Quando meu filho já no cume me pergunta: “Pai, onde está o cordeiro para o holocausto”? Gn 22:7. Respondo “Deus proverá”. Não era a vida de Isaac que estava no altar. Era a minha vida. Eu precisava compreender que não era o senhor do tempo, nem mestre de mim mesmo. Deus era o meu Senhor e deveria ocupar o centro de minha vida.

Alguma vez Deus já te pediu algo que pareceu impossível? Alguma vez, a vontade de sua carne te promoveu satisfação e alegria, mas você se sentiu distante de Deus? Existe algo que está sendo colocado como centro de sua vida, tomando o lugar de Deus? Lembre-se, o caminho da salvação exige renúncia. Porta bem estreita. Não é só de flores, mas de espinhos. O que você precisa levar ao Moriá? Não pense duas vezes, pegue a lenha e siga o caminho, acreditando que Deus proverá. Pode ser que doa muito, mas a recompensa virá.

Sacrifícios de Renúncia:

Ana: A esposa de Elcana era uma mulher triste porque não conseguia ter filhos. O esposo tinha uma concubina chamada Peninha, e a Bíblia diz: “Peninha tinha filhos, porém Ana não tinha” (I Sm 1:2). Em profundo clamor, Ana cheia de fé pede a Deus um filho. Ele concede, nasce o menino Samuel. Imaginem quanto essa criança representava para Ana: Dignidade, milagre, resgate, nova vida. Samuel era o prêmio que Ana precisava para esmagar as ofensas da rival, para calar as línguas impiedosas. E o que faz a mãe de Samuel?  Samuel ainda bebê é entregue no templo para o sacerdote Eli, para naquele lugar cumprir o ministério de servir ao Senhor como cumprimento do voto de sua mãe. “Por isso também ao Senhor o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao Senhor foi pedido. E adorou ali ao Senhor” (I Sm 1:28). Quanto custou para Ana a separação de Samuel, a primícias de sua felicidade?

Moisés: “Pela fé Moisés já grande recusou ser chamado filho da filha de faraó” Hb 11: 24. Moisés deixa o palácio real com todas as suas benesses para viver como peregrino, porque tinha um chamado. O de ser líder do seu povo. Ele renunciou o luxo e a herança , em vista de algo maior: servir a Deus em favor de sua pátria. A renúncia custou anos da vida de Moisés, tempo em que foi moldado pelo Senhor, moído, a fim de se tornar capaz de exercer o ministério. Aquele que era assassino, enfim torna-se manso e disposto a obedecer: “E era o homem Moisés mais manso do que todos os homens da terra” Nm 12:3

Quando me converti ao Senhor, ouvi firmemente em meu coração: “Deixa tudo que estas fazendo, porque tenho algo novo para ti”. Abandonei a carreira de jornalista e as propostas para trabalhar em grandes emissoras de Teresina, comecei o ministério de ensinar e pregar a Palavra. Troquei o curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal, pelo de Teologia. Estava no último ano e recomecei. Mais cinco anos na Universidade. Renunciei os meus planos, para seguir os que Deus tinha reservado para mim. Pela fé e certeza de que Ele me seria fiel, e está sendo. Sei que o será até o fim de meus dias.

Seguir a Jesus exige renúncia. Do começo ao fim da caminhada. Sei que esta não é uma boa mensagem para se ouvir, mas é a mensagem do Reino e é agradável de seguir. Porque Deus não abandona os que renunciam ao mundo, na certeza das coisas que hão de vir. O apóstolo Paulo, falando em renúncia diz: “Mas o que para mim era ganho, reputei-o perda por Cristo. E na verdade, tenho por perda todas as coisas pela excelência do conhecimento, de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo que sofri a perda de todas essas coisas, e as considero como escória para que possa ganhar a Cristo” Fp 3:7, 8.

Não quero dizer que você tenha que sair por aí renunciando a tudo que lhe traz felicidade. Não é isto. Deus tem planos diferentes para cada um de nós, também fala de maneiras diferentes. Mas quando fala... É impossível não saber que é Ele. Suas palavras mexem com todos os sentidos humanos, tudo conspira para a realização de Sua vontade. Desobedecer é sentir os grilhões apertando, doendo, a consciência esmagando. Como ignorar Seu poder?

Alcançar o Reino é conquistar a paz, mas o preço dessa paz está na renúncia, na consciência de filho que ama o Pai e preza por agradá-Lo: "Então disse Jesus a seus discipulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a minha cruz e siga-me" Mt 16:24. É preciso ficar em silêncio para ouvir Deus. Ele falou com Abraão no meio da noite, uma hora em que tudo estava em repouso. Conhecemos a vontade de Deus para nós, quando subimos o Moriá, com coração quebrantado, lágrimas nos olhos. Quando nos entregamos por inteiro, sem reserva. No Moriá, colocamos nossas vontades em sacrifício. E Deus suavemente faz bradar os anjos, concedendo a nós "a sobrevivência de Isaac". Ele não nos entristece, mas transforma os nossos cacos em vasos de ouro.





Deus te abençoe.



Wilma Rejane




http://www.atendanarocha.com/2010/10/o-preco-da-renuncia.html

Água em Vinho





Convidado a um casamento, Jesus, realiza o que seria, seu primeiro milagre: transformar água em vinho. Naquela festa, em Caná da Galileia , o vinho era a prioridade. Água, tinha em abundância. A falta do vinho, seria um desastre: Fim de festa e convidados insatisfeitos. Jesus, então, foi procurado, solicitado . Pegou toda a água que seria para a purificação dos judeus e transformou em vinho.


Fico imaginando o "rebuliço" dos Judeus. Cheios de rituais, só comiam após lavar as mãos repetidas vezes. Bebiam em copos bem lavados e agora? Teriam que cometer sacrilégio. "Onde já se viu? Sequer tem um lugar para lavarmos as mãos!" O que é o legalismo. Jesus, fazendo maravilhas na festa e eles preocupados com os rituais. Devem ter se retirado com raiva, sem sequer provar o vinho, o melhor vinho que poderiam beber em toda suas vidas.

Não foi por acaso que Jesus, escolheu as seis talhas de pedra, que os judeus usariam. É!! Ele poderia ter respeitado seus irmãos judeus e usar outros recipientes para operação do milagre. Mas, não! Ele quis justamente nos dizer que precisamos nos libertar do legalismo. "provar o Seu vinho". Os rituais aprisionam. "O vinho de Jesus" dá alegria, satisfação. Se seguir a Cristo, tem se tornado fardo. Então, é hora de convida-lo para transformar "água em vinho". Talvez, sua caminhada na vida cristã, tenha se tornado ritual, legalismo.

Se, você, ainda não é um cristão. "Tem água em abundância" na sua vida, mas, não sente alegria, satisfação. Não é feliz no casamento, nem nas demais áreas da vida, é hora de uma mudança. Entregue a "água". Ou seja, tudo que tens, porém, não satisfazem seu viver.


Jesus, usou talhas, de pedra, cheias de água. Era o símbolo da santificação dos judeus. Limpava o exterior. O interior, contudo, permanecia sujo, infeliz. Entregue suas "talhas de pedras" e verás o que o mestre te devolve. Naquele casamento, após, o milagre do vinho, a música se tornou mais envolvente, as pessoas, alegres, felizes. Se for convidado, para sua vida, Jesus, fará o mesmo por você.
Citações: Bíblia Sagrada, Almeida J. F., Atualizada e Corrigida, SBTB. Evangelho de João Cap: 2 do verso 1 ao 12.



http://www.atendanarocha.com/2009/06/agua-em-vinho.html

"Bezerros de Ouro"



"Mas vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão. e disse-lhe: Levanta-te, faze-nos deuses, que vão adiante de nós; porque quanto a esse Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe sucedeu." Ex 32:1.

 

Quero chamar de "Bezerros de Ouro", tudo que "fabricamos", sendo contrários à vontade de Deus. Quando nos tornamos distantes, cegos, mudos e sem entendimento. Daí faz-se valer a recíproca de que o adorador se torna igual ao objeto adorado.


Perdemos a direção. Temos que decidir: Guardar "nossos bezerros" para ocasiões oportunas, ou, lançá-los totalmente destruídos no mar do esquecimento. "Os bezerros", nem sempre são palpáveis, mas, muitas vezes, para nós, invisíveis. Contudo, acabam por impedir um relacionamento íntimo, sincero e obediente a Deus.

Moisés estava no Monte Sinai com Deus. Sem tempo, nem mesmo intenção de possuir um "objeto mágico". O ócio, a falta de fé e de obediência, levou os Israelitas ao pecado: "faze-nos deuses, Moisés não vai voltar" Ex38: 1.


Fabricando "bezerros"

Já fabriquei muitos "bezerros", quando estive no "deserto". Tinha um para cada ocasião. Não tinha intimidade com Deus, apesar de achar o contrário. Fui miserável! Tendo que de dura forma, aprender que não precisava deles.

"Os bezerros", ainda teimam em aparecer, mas, não podem correr. Tão pouco, me alcançar. Quando vejo a sombra deles, clamo ao Cordeiro de Deus, sei que Ele sempre irá me sustentar.


O "bezerro" de Ló

Quando Deus destruiu Sodoma e Gomorra, Ló foi socorrido por anjos que lhe disseram: "Escapa para o monte para que não pereça". (Gn19: 27). Imediatamente Ló sacou o seu "bezerro": "Não, para o monte não! Vou morrer! (Gn18: 23). Ló, assim como os israelitas, estava distante e não entendeu o propósito do monte.

Tempos depois, Ló viu que não era negócio habitar em Zoar (onde escolhera), e resolveu ir para onde Deus havia lhe ordenado: A cidade que ficara no monte. Ele já estava velho, deixara muitas oportunidades para trás. Suas filhas, não casaram em Zoar e agora "fabricavam seus bezerros" embebedando o pai e engravidando dele. Uma triste história. (Gn 19:30)


"bezerro" de Sara

Falta de fé sempre dá lugar a "bezerros". Foi assim também com Sara. Cansada de esperar a promessa do filho, não hesitou: "Toma, pois, a minha serva; porventura terei filho dela". (Gn 16:2). A "adoração" rendeu caro, Ismael, filho de Abraão com Agar, até os dias atuais traz inimizades para Israel.


Silêncio não é ausência

Os Israelitas não suportaram esperar Moisés descer do monte. O silêncio os perturbou. Acharam que Deus havia se esquecido deles, ou mesmo, que já não havia Deus.


Rejeitando o "bezerro"

Satanás construiu "bezerros de ouro" para Jesus, quando da tentação no deserto. Aliás, ele era o próprio "bezerro".
"Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães". Mt 4:9.
Jesus estava faminto, 40 dias e 40 noites sem comer. E o "bezerro fabricado", bem ali, na sua frente.
"Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus”. Mt 4: 4.
Jesus ignorou o "bezerro". Sabia que precisava esperar um pouco mais, embora seu estômago pedisse comida. Ele recorreu a Dt: 3 e foi sustentado.


No monte com Moisés

Moisés foi o único, da nação israelita, a subir o monte. Uma demonstração de intimidade com Deus, que os demais não tinham. 40 dias e quarenta noites a sós com Deus, tal qual Jesus no deserto. Quando Moisés desce do monte, demonstra tanta revolta pelo bezerro fabricado que se ira e quebra as tábuas do mandamento que recebera de Deus. Em um segundo; se distanciou, perdeu a comunhão. Ex 32: 19,20. Deus o fez subir ao mesmo monte e renovar à comunhão. Dessa vez, ao descer, o rosto de Moisés resplandece. Ex 34: 29.

Se estivermos em comunhão com Deus e mesmo assim "fabricamos bezerros", precisamos, imediatamente, restabelecermos a comunhão, subir novamente ao monte, conversar, passar tempo se quebrantando diante de Deus, para que o nosso rosto resplandeça e Ele se agrade de nós.

A voz de Deus em meio ao silêncio


O que os Israelitas não sabiam, era que, o silêncio, a demora de Moisés, significava Deus trabalhando.
Se verdadeiramente buscamos a Deus com todo o nosso coração, Ele sempre, mesmo em tempos de tribulação, nos conduzirá a lugares seguros. A tribulação, não é silêncio de Deus, mas, Deus falando conosco de uma forma diferente.
Se rejeitarmos os "bezerros" vamos poder ouvir, nos tempos difíceis: "Não temas, porque Eu Sou contigo; não te assombres, porque Eu Sou o Teu Deus; Eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça" Is 40:10.Todos nós experimentamos do silêncio de Deus, quando isso ocorrer, lembre-se: Não "fabrique bezerros", "suba ao monte".

Wilma Rejane

http://www.atendanarocha.com/2008/09/bezerros-de-ouro.html

Enxugue Suas Lágrimas As Margens do Rio Quedar



Wilma Rejane


Deus fez as lágrimas com um propósito muito especial, através delas  expressamos os  sentimentos mais profundos do nosso ser.
Por mais amados que sejamos para Deus, Ele permite passamos por momentos em que o choro, torna-se inevitável. Davi pronunciou em um de seus Salmos: “Já estou cansado do meu gemido, toda a noite faço nadar a minha cama; molho o meu leito com as minhas lágrimas” Sl 6:6.
A tristeza, contudo, não deve ser senhora de nós, porque ao nos entregarmos as situações de derrota, ficamos impossibilitados de agir com fé. A fé em Cristo Jesus, nos livra de “morrermos na fornalha”: “Então Nabucodonosor se encheu de furor e mudou-se o aspecto de seu semblante contra Sadraque, Mesaque e Abdenego; falou e ordenou que a fornalha se aquecesse sete vezes mais do que se costumava aquecer” Dn 3:19.Parecia uma situação insuportável, invencível. Em nossas vidas, temos momentos assim, em que as provações vêem com força dobrada, e aos olhos naturais, o desânimo pode nos derrubar, antes mesmo de “adentrarmos no fogo”. É só o começo da história, e já confessamos: “Não vou conseguir, não suporto”. Isto não acontece só com você, acontece comigo e aconteceu com grandes homens de Deus. A fornalha não consumiu a Mesaque, Sadraque e Abdenego, eles saíram sãos e salvos. "Quando passares pelo fogo,não te queimarás, nem a chama arderá em ti" Is 40:2. Não estamos livres da prova, mas em Jesus, encontraremos ânimo para vencê-la.Já reguei muitas vitórias, com lágrimas e mais lágrimas. Porém, em meio às circunstâncias, uma Palavra de Deus, um canto de louvor, arrancado do adormecimento da alegria, me fez renovar as forças. 
O profeta Jeremias, em suas Lamentações declarou: “Já pereceu minha força e a minha esperança no Senhor. Lembra-Te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel. Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim.”Lm 3:19-23.
Você pode imaginar um profeta, ungido, amigo de Deus,fazendo tal declaração? É que não somos os únicos a experimentarmos tristeza e sentimento de fracasso.Pode ser que tenhamos chegado a tal situação por conta de pecado, ou, a exemplo do justo Jó,estamos sendo provados pelo inimigo. Não sei. Tudo que sei é que em qualquer situação Jesus é a solução. Jó,em meio a mais profunda dor, declarou: “Eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim, se levantará de sobre a terra” Jó 19:25.
Jeremias, em meio ao caos, entre cadáveres, e destruição por ocasião o cativeiro Babilônico ergue o espírito a Deus e diz:
"Bom é o Senhor para os que esperam Por Ele, para a alma que o busca. Bom é ter esperança e aguardar em silêncio a salvação do Senhor” Lm 3:25, 26. Nossa fé,não está firmada em argumentos naturais, porque estes são incapazes de produzir livramento.
Do alto, é que vem o socorro.
É para lá que devemos voltar nosso olhar.
Ainda que nuvens pesadas, carregadas de nebulosidade, escondam o límpido azul e o brilho do sol. Elas não ficarão lá para sempre.
Nosso olhar deve alcançar essa visão impossível.
Com os olhos da fé, que revelam o intransponível.
Precisamos, nos levantar do leito molhado, encharcado de lágrimas e os colocarmos de pé,acima das circunstâncias.Foi isso que Deus ordenou ao profeta Ezequiel: “E disse-me:
Filho do homem põe-te em pé e falarei contigo” Ez 2:1.
Onde estava Ezequiel nessa hora? “E aconteceu que estando no meio os cativos, junto ao Rio Quedar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus” Ez 1:1. Ele estava no meio dos cativos ,entre sofrimento, choro e falta de esperança, mas as margens do Quedar, ousou olhar para o céu e viver as visões de Deus.
Ezequiel não deveria se entregar àquelas circunstâncias de der rota, desgraça.
Mas buscar força e conforto no Senhor. “Filho do homem,te põe de pé”. Deus estava dizendo: “Sei que és carne, homem,filho de homem, mas vence Ezequiel, te põe de pé e falarei contigo” .
Vence Ezequiel, não se abate, olha além, de tudo que te rodeia, vive as visões que te mostrarei.
E a Palavra diz: “Entrou em mim o espírito e me põs em pé,e ouvi o que me falava” Ez 2:2. Entregue ao Senhor, Daniel ,viu o que ninguém mais viu naquele campo de refugiados.
Tudo porque seu olhar se elevou ao céu! Seu ser buscou respostas e conforto no alto. Ele não viu desilusão e morte,mas visão de Deus, que lhe dizia ser possível a restauração, um novo começo.
Revestido de forças, Ezequiel foi atalaia para casa de Israel.Ele enxugou suas lágrimas! Extraiu força,de onde parecia não haver.
Ele viu céus abertos, enquanto, o odor de cadáveres pairava no ar o pranto, choro, lamento e murmúrios.Ele foi para as margens do Rio Quedar, olhar o céu, conversar com Deus, buscar alento no que foi ouvido. Se refugie, às margens do Quedar. Deus e o que enxuga suas lágrimas.
Então um cântico novo, uma melodia de agradecimento por todas as vitórias, acrescente o agradecimento, por esta última vitória que você precisa alcançar. Eleve o olhar, se ponha de pé, não entregue as circunstâncias, porque elas não são maiores que o amor que Deus sente por você.Habacuque, também foi outro grande homem de Deus que viu a seca, e a destruição assolarem sua terra.
Ele estava lá, naquela fornalha, aquecida sete vezes,em meio à corrupção, fome... angustiado volta-se para Deus :”
Por que me fazes ver a opressão?” Hc 1:3.
Deus lhe responde: “Eis que realizo uma obra maravilhosa em vossos dias” HC 1: 5. Como assim, maravilhosa? Não é isto que vejo. A verdade é que não era aquilo que Deus queria que ele visse! Habacuque deveria olhar para “o céu junto ao rio Quedar”
e ver as visões de Deus. Tudo aquilo haveria de passar, e um tempo de paz e prosperidade chegaria. Aquelas circunstâncias, não eram eternas.
Habacuque precisaria manter o ânimo, enxugar o pranto.Enxugue suas lágrimas, há visões de Deus, nas margens do Rio Quedar. O Senhor é a nossa força. Somos apenas homens, falhos e frágeis, mas Ele nos ergue acima das tribulações. Olhe para o céu,não desanime. Tudo haverá de passar, dando lugar a um novo tempo: "Espera no Senhor, anima-te, e Ele fortalecerá o teu coração; espera, pois no Senhor" Sl 27:14. 

http://www.atendanarocha.com/2010/12/enxugue-suas-lagrimas-as-margens-do-rio.html

moda e estilo 2013









Vestidos de verão

A moda verão 2013 apresenta peças modernas com vestidos em tecidos leves, estampados, longos, floridos, dentre outros que valorizam a beleza feminina.
Que mulher não gosta de ficar por dentro das tendências na moda? Afinal em meio a tantas novidades é difícil não se render aos looks criativos do verão 2013.
No verão é possível criar diversos estilos e até mesmo customizar uma peça antiga para arrasar na estação.










http://www.hiperativo.com/moda-verao-2013-abuse-dos-vestidos-nessa-estacao/



Mulher sempre elegante







Canela E seus benefícios

Canela benefícios que nos oferece segundo estudos realizados nos Estados Unidos, foi descoberto que o uso diário da especiaria reduz significantemente o açúcar no sangue e reduz a taxa de colesterol (LDL) e triglicerídeos.

Favorece a perda de peso. 
Reduz o açúcar do sangue impedindo que vire gordura. 
Acelera o metabolismo facilitando a queima de calorias. 
Melhora o trabalho intestinal. 
Reduz a fome de forma natural. 
Canela emagrece 

Canela emagrece devido seu efeito termogênico, ela provoca o aumento da temperatura corporal e para equilibrar novamente o calor do corpo nosso organismo é obrigado a gastar mais energia, para isso utiliza a gordura acumulada.

Propriedades anti-inflamatórias
Combate bactérias e fungos nocivos, processo que desinflama os tecidos, permitindo que as células respondam melhor à dieta de emagrecimento.

Diminui a fome e vontade de comer doce
Tem propriedades que desaceleram a digestão, por isso ajuda a manter a saciedade por mais tempo. Além disso seu sabor levemente adocicado, sacia o desejo de comer doce, sem somar calorias na dieta. 

Canela em pó:
É a maneira mais prática de consumir a especiaria, podendo ser facilmente encontrada à venda em supermercados. Pode acrescentá-la em bebidas quentes, frutas e no preparo de doces ou até mesmo sobre a comida. 

Canela como usar 
Segundo nutricionistas ela pode ser misturada à frutas como maçã, banana ou pera, asse a fruta no forno e polvilhe um pouco de canela. A fruta fica mais doce, sem ganhar calorias extras. Ou pode simplesmente adicionar a canela em bebidas quentes como leite, chás e achocolatados. 

Atenção
A quantidade recomendada é apenas uma colher de chá de canela por dia, esta quantia já é suficiente para ter todos os efeitos benéficos da especiaria. 

Canela contra indicações e efeitos colaterais:
São devido sua ação anticoagulante por isso deve ser evitada por pessoas com pressão baixa e gestantes. Em grandes quantidades durante a gravidez pode haver à possibilidade de efeitos nocivos sobre o útero.