quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Crescimento da Igreja:dois extremos perigosos.

Todo líder maduro na fé busca o crescimento da igreja, porque sabe que Deus chama seus escolhidos pela pregação do evangelho, uma vez que a fé vem pelo ouvir a palavra de Cristo. Porém, dois extremos precisam ser evitados nessa busca do crescimento:




1) Numerolatria - A idolatração dos números

É a busca do crescimento numérico a qualquer custo. Muda-...se a mensagem. Prega-se uma mensagem popular, ao gosto do ouvinte. Capitula-se ao pragmatismo e busca adesão em vez de conversão. O crescimento da igreja precisa ser um crescimento saudável,pois Jesus não busca fãs, ele quer discípulos.

2) Numerofobia - O medo dos numeros

É a ideia de que a igreja não vai crescer e por isso, tentam com isso tapar o sol com a peneira das desculpas. Dizem: estamos mais interessados em qualidade do que em quantidade. A pergunta é: existe qualidade estéril? Esse tipo de desculpa esconde uma atitude omissa, uma preguiça espiritual. O correto é buscar o crescimento saudável da igreja, ou seja, quando a igreja vive com Deus, o próprio Deus acrescenta a ela os que vão sendo salvos. 




autora:Juliana Silveira