terça-feira, 25 de setembro de 2012

Mulher virtuosa quem achará???




Deus nos fez mulheres!!! Lindas e preciosas, valorize isso!!!
Saiba fazer bem suas escolhas!!!
Muitas de nós temos feito escolhas erradas e temos pago um preço muito  
alto por isso!!
Aquele que não tem sabedoria peça ao Senhor.
Mais tem Deus pra nos dar do que o Inimigo pra nos roubar!!!

Deus abençoe suas vidas
Lembre Deus é Fiel.


Lucimar

Filhos herança do Senhor






Amadas filhos são os bens mais preciosos que o Senhor nos deu!!!

Mais isso não significa que temos que dar tudo o que eles querem, Como dizem muitas vezes Deus  sempre nos responde e muitas vezes ele diz Não, ou espere, e para nossos filhos também!!
Há pais que pensam que dando tudo aos seus filhos, ou se livram deles ou estão fazendo a coisa certa.
Na verdade filho não vem com cartilha, mais temos que aprender,todos os dias a maneira mais correta de educa-los!!!
Na adolescente vem sempre a rebeldia, mais isso não significa que você deu uma educação errada, mais sim que são fases da vida de todos nós!!!
Quando chega a maturidade vão sempre dizer Minha mãe, tinha razão!!
Lembre-se sempre Eduque a criança no caminho que deve andar e quando for velho não se desviará dele!!!

Lucimar.

Saber esperar é uma Arte




Amadas, já ouviu aquele ditado a pressa é a inimiga da perfeição???

Muitas de nós temos cometido esse erro quando,temos escolhidos nossos  amores pra toda a vida!!!
Aparece alguém com cara de príncipe dizendo tudo aquilo que você gostaria de ouvir Você diz é "Ele" não ouve ninguém fica cega e surda "e burra" na maioria das vezes!!!!
Seja esperta e inteligente na hora da escolha não adianta ter "cara " de príncipe tem que ser crente, observe isso vai te trazer muitos dias felizes.A sua escolha de hoje é o seu  futuro amanha ,seu e de toda sua família!!

Deus abençoe a todos nós!!!

Câncer de Mama!!!

Câncer de Mama:dicas de prevenção

O câncer que mais ataca as mulheres é o de mama. Temido especialmente por quem já passou dos 40 anos, ele é tão devastador quanto qualquer outro câncer, mas, com os cuidados certos, é possível descobri-lo a tempo de impedir a retirada do seio.
Confira então uma entrevista feita com o coordenador científico do Instituto Se Toque, Eduardo Blanco Cardoso, que desvendou o exame e pode ajudá-la nessa batalha.
Tire suas maiores dúvidas sobre o câncer de mama.

1. Minha mãe teve, corro o risco de ter também?


Só um em cada 10 casos de câncer de mama acontece por fatores hereditários (que passa de mãe pra filha). A maioria dos casos acontece por fatores reprodutivos e maus hábitos de vida.


2. Qual a idade de risco?


Mulheres acima dos 40 anos devem se preocupar mais. Se algum caso na família tiver aparecido antes dos 50 anos, o ideal é redobrar a atenção a partir dos 35.


3. Em qual médico ir?


Ao ginecologista. É esse profissional que vai encaminhar a paciente para fazer a primeira mamografia. Se houver algum problema no resultado do exame, o ginecologista indica a paciente para um mastologista (especialista em câncer no seio).



4. Tomar pílula aumenta o risco de ter a doença?


Isso ainda não foi comprovado. Há pesquisas que afirmam isso e outras que dizem que não. Em todo caso, não considere a pílula um fator de risco.


5. Nódulo e cisto são a mesma coisa?


Não. Nódulo significa caroço ou tumor - que pode ser benigno ou maligno. Se for benigno, dá para viver com ele; se for maligno, é câncer e pode exigir cirurgia. Já os cistos são formados por líquidos e são sempre benignos. Se forem pequenos, o médico vai tratá-los com remédios; se forem maiores, é preciso fazer uma punção, que retira o líquido de dentro do cisto. O importante é você saber que um cisto nunca será capaz de virar câncer. Aliás, vale lembrar que dificilmente um tumor benigno vira maligno ou vice-versa.


6. Quando é preciso retirar o seio?


Essa operação só é feita em casos graves. Se a mulher fizer todos os exames com regularidade tem mais chances de detectar a doença desde cedo e evitar a cirurgia.




7. Quais exames eu devo fazer?


Antes dos 40 anos, é preciso se consultar com um ginecologista uma vez por ano, para que ele faça o exame manual nos seios ou, em mulheres com mamas maiores, para que ele peça um ultrassom. Após os 40 anos, o médico passa a pedir a mamografia. É um exame chato, mas não demora e pode salvar uma vida. Não deixe de fazer.


8. Perdi a mama, e agora?


Há uma lei que dá à mulher o direito de fazer a reconstrução da mama, a partir do momento em que ela é retirada por causa do câncer. Ela pode usar tecido do próprio corpo ou prótese de silicone. O Sistema Único de Saúde (SUS) cobre a cirurgia.


9. Tive a doença e retirei os seios. Posso voltar a ter câncer de mama?

Sim. Só depois de cinco anos fazendo todos os exames pedidos pelos médicos é possível se considerar curada. Se, durante esse período houver algum exame que detecte a doença, é preciso recomeçar o tratamento.


10. Quais são os principais sintomas de câncer de mama?


Esse câncer é silencioso, portanto, é difícil descobri-lo por sintomas, já que fisicamente não acontece muita coisa com o corpo (ele não dói). O ideal é consultar o ginecologista todo ano, fazer os exames regularmente e ficar sempre atenta.


11. Obesas correm mais riscos?


Sim, porque as pessoas obesas produzem mais estrogênio, um hormônio feminino que também é responsável pelo aparecimento desse câncer. O que elas devem fazer? Comer alimentos saudáveis e praticar uma atividade física regular, que lhes dê prazer.


Faça o auto exame.
Faça todo mês, a partir dos 18 anos, após o fim da menstruação. Procure qualquer alteração nos seios. Se surgir um caroço, marque uma consulta no médico.


             

1. No espelho

Levante as duas mãos lentamente em frente ao espelho e observe se os seios têm o mesmo formato e tamanho.


2. Faça devagar


Ainda na frente do espelho, abaixe os braços devagar, observando se há alterações na pele.



3. No chuveiro


Levante um dos braços e coloque-o atrás da cabeça. Com a mão livre, apalpe o seio com a ponta dos dedos, como se tocasse um piano. Comece por fora e termine no mamilo.





4. Deitada


Coloque um braço atrás da cabeça e apalpe o seio em busca de saliências. Toque o seio de fora para dentro, só com a ponta dos dedos.


5. Axilas também


Agora, abaixe o braço e apalpe também a região que vai até as suas axilas.

3 dicas de prevenção


· De acordo com estudos científicos, consumir periodicamente uma xícara de feijão branco diminui as chances de ter câncer de mama. Inclua o alimento em saladas e molhos ou use sua farinha misturada à comida, sucos e sopas.



· Ficar diariamente no sol por 10 minutos (antes das 10 horas ou após as 16 horas) aumenta a produção de vitamina D e, consequentemente, reduz os riscos de câncer de mama pela metade.



· Duas vezes por semana, tome sopa de tomate feita com suco de cenoura no lugar da água. Esse alimento antioxidante ajuda a prevenir o câncer.


Depoimento:

Tenho 40 anos,quando tinha 33 anos descobri que estava com câncer de mama sem nem um caso em minha família!!
Hoje pra honra e glória do nome de Jesus estou curada,mais tive que passar por todos procedimentos, quimioterapia, radioterapia , sofri demais.
Mais Deus me deu a graça de conceber um menino Felipe, hoje ele esta com 3 anos!!Digo sempre ele é o meu milagre depois do câncer.


Lucimar

Infecção Urinária




Duvidas sobre infecção urinária

Você que tem visitado esse blog,tenho procurado assuntos bem interessantes tanto pra mulheres preocupadas com seu bem estar,quanto aos maridos preocupados com saúde de suas amadas!!
Hoje estaremos falando sobre infecção urinária!!

Entre e fique a vontade.

Provavelmente você já ouviu falar em infecção urinária, cistitepielonefrite , inflamação na bexiga e etc.
O ginecologista, doutor Jorge Milhen Haddad,chefedo Setor de Uroginecologia da Disciplina de ginecologia da Faculdade de Medicina da USP - Universidade de São Paulo, explica sobre essa doença e tira dúvidas sobre os sintomas e os tratamentos para a infecção urinária.

1. O que é infecção urinária?

A infecção urinária é a presença de microrganismos em alguma parte do trato urinário.
Algumas pessoas, em especial as mulheres, podem apresentar bactérias no trato urinário e não desenvolverem infecção urinária, esses casos são chamados de bacteriúria assintomática.


2. Como as mulheres adquirem infecção urinária?

A maioria das infecções urinárias são causadas por bactérias do trato gastrointestinal que migram por via ascendente da região perineal até a bexiga. Muito raramente, ocorre infecção pela via hematogênica (via circulação sanguínea) .

3. Quais são os principais fatores de risco?

Em mulheres na pós-menopausa, a queda dos níveis hormonais (estrogênio) diminui os lactobacilos na vagina (microrganismos que protegem a vagina) e altera os tecidos vaginal e uretral, favorecendo a colonização da bexiga por microrganismos e, consequentemente, a infecção urinária. Além disso, hábitos intestinais alterados, tanto constipação como diarreia, aumentam a colonização de germes no períneo, portanto devem ser tratados. O uso de espermicidas e tampões também elimina os lactobacilos, propiciando as cistites de repetição por facilitarem a colonização de E. coli. Para algumas mulheres, a atividade sexual associa-se muito à cistite aguda e elas devem ser orientadas a urinar antes e após as relações sexuais. Outros fatores de risco que se deve investigar são o prolapso vesical (bexiga caída), que deixa sempre resíduo urinário após micção, e diabetes mellitus.

4. Quais são os principais sintomas?

Os principais sintomas da infecção urinária são disúria (ardor na uretra durante a micção), aumento da frequência das micções (mais de sete micções diárias), noctúria (mais de uma micção noturna), sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, dor suprapúbica, hematúria (sangue na urina) e alteração do aspecto físico da urina, como coloração escura, turva e odor forte. A presença de dor lombar, febre e/ou comprometimento do estado geral associa-se à infecção do trato urinário alto (pielonefrite).

5. As infecções do trato urinário em mulheres são muito frequentes? Por quê?

As infecções urinárias ocorrem em 80% a 90% das mulheres por algumas particularidades, como uretra curta e proximidade uretral com a vagina e o ânus, os quais possuem bactérias que podem levar a infecção urinária.

6. Em alguma faixa etária, a infecção urinária costuma ser mais prevalente?

Esse tipo de infecção só não é mais frequente no sexo feminino no primeiro ano de vida ou após os 80 anos, em razão das alterações da próstata em homens. É mais prevalente em mulheres na idade reprodutiva e depois nas pós-menopausadas devido à queda do estrogênio.

7. Como é realizado o tratamento da infecção urinária em mulheres?

As mulheres que apresentam o primeiro episódio e sintomas sugestivos sem leucorreia (corrimento vaginal) ou irritação vaginal podem ser tratadas com antibiótico em dose única ou de curta duração (três dias). Se for recorrente, deve-se sempre solicitar urocultura com antibiograma e tratar com antibiótico de curta duração (três dias).

8. Qual a diferença entre cistites e pielonefrites?

Cistite que ocorre na maioria das vezes é infecção da bexiga,enquanto pielonefrite é infecção do rim. A pielonefrite é uma infecção urinária complicada com sintomas mais severos, como febre e dor lombar.

9. Caso a mulher tenha infecção urinária recorrente, que medidas devem ser tomadas?

Na infecção urinária recorrente, deve-se sempre solicitar urocultura com antibiograma e tratar com antibiótico de curta duração (três dias) seguindo o antibiograma. Deve-se orientar quanto aos fatores de risco, como alteração intestinal, micção antes e após relação sexual, estrógeno para as mulheres na pós-menopausa sem contraindicação.

10. Como deve ser o tratamento desse tipo de infecção em mulheres gestantes?

As mulheres gestantes devem ser sempre tratadas, mesmo se não apresentarem sintomas. Além disso, deve-se atentar para fármacos que sejam permitidos na gestação sem prejudicar o feto e recomenda-se o tratamento de longa duração (sete a dez dias).

11-Que medidas devem para prevenir infecção urinária?

Recomenda-se uma boa ingesta de líquidos, não reter urina, corrigir alterações intestinais como diarreia ou obstipação,micção antes e após relação sexual, estrógeno para as mulheres na pósmenopausa sem contraindicação hormonal, não uso de diafragma e espermicidas e tratamento adequado do diabetes mellitus. 


Candidíase

Amadas muitas de nós quando vemos esse titulo de postagem talvez vamos pensar "falar sobre isso??"
mais temos que saber que pra sermos boas mães, boas esposas e boas servas do Senhor, temos que cuidar de nossa saúde!!!Então vamos lá,cuidar de nossa saúde e nos informar sobre esse assunto tão importantes.


A candidíase é uma infecção provocada por um fungo, a Candida Albicans, que normalmente existe no organismo de uma mulher saudável. O problema aparece quando ela se multiplica mais do que deveria.
Uma dieta para eliminar o fungo deve ser seguida por mais ou menos três meses. Se estiver num quadro agudo, vai precisar tratar os sintomas com remédios, em seguida com a dieta.
Além de cortar alguns itens do cardápio, devem entrar na sua rotina os probióticos (organismos vivos que fortalecem as bactérias amigas do intestino).
Conheça os alimentos que deve evitar e as medidas a tomar, até que seu organismo se restabeleça:

Açúcar:

Além de nutrir a Candida, o doce modifica o pH intestinal. Esses fungos também liberam uma toxina que interfere em alguns neurotransmissores, o que acaba atiçando o seu desejo por doce. Corte o mal pela raiz.




Fermentados:

Vinho e cerveja são bebidas fermentadas pela ação dos fungos. Em uma situação normal, isso não sifgnica nenhum problema para o seu organismo, porém, enquanto estiver com candidíase, todos os alimentos que contém fungos devem ficar de fora do seu cardápio.
Isso inclui todos os tipos de cogumelos, vinagres e produtos que o incluem (ketchup, mostarda, azeitona e picles) e massas com fermento biológico (pão, pizza e torta).

Frutas com moderação:

É liberado o consumo de até quatro porções por dia. Apenas o melão e a melancia devem ser excluídas da dieta, já que podem conter fungos (aquela cobertura branca sobre as sementes).
Fungos estão presentes também em todos os tipos de frutas secas, que devem ser substituídas pelas frescas durante a crise


Mastigue:

Comer depressa pode deixar a Candida mais forte. Proteína mal digerida vira alimento para os fungos.

Arroz só integral:
Os carboidratos refinados e simples, como biscoito, arroz, macarrão e pão branco viram açúcar rapidamente no organismo. Os produtos refinados podem ser substituídos pelos integrais, mas nas crises agudas devem ser cortados completamente.

Leite e seus derivados também ficam afastados da sua alimentação. A lactose é um tipo de açúcar.
Pílula:
O hormônio sintético das pílulas anticoncepcionais também é um alimento e tanto para os fungos.

Lei seca nas refeições:

Líquidos durante as refeições podem atrapalhar o processo digestivo e tirar o equilíbrio da flora intestinal. Tome líquidos apenas uma hora depois das refeições. Depois disso fique à vontade.
O organismo precisa de pelo menos 2 litros e meio de água por dia para eliminar todas as toxinas.

Dê preferência aos sucos e adoçantes naturais:

Sucos industrializados e refrigerantes contêm açúcar ou adoçantes que servem de alimento para a Candida, e ácido cítrico.

Relaxe!

Stress também pode abrir a porta para os fungos. Além de diminuir a imunidade, o stress pode interromper a produção do ácido clorídrico no estômago, comprometendo o equilíbrio da flora, favorecendo a produção de fungos.

Coma verduras:

Uma alimentação equilibrada, com muita salada verde-escura no almoço e no jantar é a salvação das bactérias amigas. A folha verde tem muitas fibras, auxilia na fermentação das boas bactérias, mantém o pH do intestino adequado e, por consequência, destrói os fungos.

Não deixe de acompanhar o site do Adriano Silva, autor do site Saúde, Doenças | Faculdade de Medicina / Exames, que nos forneceu esta matéia relevante.




:

Peixe e o Anzol

Nós mulheres lindas, virtuosas, precisamos entender que sem Cristo não somos ninguém!!
Para que nossa vida e nossa família possa receber vitórias e bençãos precisamos encontrar Jesus e a Salvação que é de Graça!!!Só assim com a benção do Senhor Jesus em nossas vidas, alcançaremos a verdadeira alegria e a verdadeira paz pra nós , nossos filhos para nossa família!!!E se sua família não quer receber essa benção lembre-se você precisa "Dele" e através de sua vida toda sua família pode receber Jesus em suas vidas!!!


Dois homens pescando, discutiam uma dúvida: "É Cristo quem recebe o pecador ou é o pecador quem recebe a Cristo."
Naquele “momento um peixe morde a isca, e logo a seguir é apanhado.” o peixe pegou a isca ou a isca pegou o peixe?”perguntou um deles.” Ambos," disse o outro. Assim é com Cristo e os pecadores.
No mesmo instante em que nos damos a ele, também O recebemos. Assim sen
do tanto pertencemos a ele, como Ele pertence a nós. Ele nos recebe como pecadores contritos, e pela fé, nós recebemos a Ele como nosso Salvador.
No ato do casamento, quando um homem e uma mulher estão perante Deus, estão unidos à vista dEle. Um pertence ao outro, e a mulher toma o nome do homem. A mesma coisa sucede na união entre o pecador e o Salvador, quando o pecador perdido é feito "cristão", isso é, pecador salvo. Assim seremos se quisermos, unidos a Cristo, tomando a Ele e ao nome dEle.
Sou dEle, e Ele é meu. Se um homem não tem Cristo como seu salvador, não tem o direito ao seu nome; e sem nome de Cristo, como pode ele ser "cristão"? O apóstolo Paulo disse:
"Se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle"
(Romanos 8:9)
Feliz é a pessoa que anda em íntima comunhão com o Senhor Jesus!



fonte:Professora Eliane Gaspar