quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Casamento Errado

Muitos jovens evangélicos, simplesmente acham ,"encontrei minha alma gêmea"!!! E não esperam a resposta de Deus, que muitas vezes diz espere"!

Meu nome e Luíza bom vamos ao inicio de tudo meus avós paternos e maternos eram evangélicos, meus avós maternos tinha 3 filhas a mais jovem delas minha mãe a chamarei de Ana. 
Ana com 17 anos se apaixonou por um jovem que conhecerá mais seus pais muito simples" disse minha filha eles são diferentes de nós são ricos e nós pobres".E minha mãe Ana moça simples foi obediente e simplesmente se afastou daquele jovem.
Então passados alguns meses conheceu um jovem na Igreja crente, bonito, morava no sitio ia muito pouco a igreja, mas trabalhador e honesto e meus avós gostaram daquele moço, e fez muito gosto naquele namoro. E ele muito dedicado ganhou logo a confiança de todos. Passados alguns meses( porque jovem cristão não namora), logo oficializaram o noivado e o casamento, a irma mais velha de minha  mãe, perto do casamento percebeu algo naquele moço," ele não era quem aparentava ser", com um simples questionamento  foi muito ríspido com ela. Ela pensou :" Antonio não e que pensamos ser "!!!
Bom enfim, o casamento tão esperado.
Meu pai, logo tirou minha mãe Ana de perto da família, pois como era a caçula era muito paparicada. Levou minha mãe, para o sitio uma vida muito diferente do que ela estava acostumada, a igreja ficou pra segundo plano e quando ela ia ,"ele dizia logo": Você esta indo à igreja, porque quer ver algum homem !!! E  foi passando anos desta maneira ele logo saiu  da igreja, todos os homens que aproximavam dela ele tinha um ciumes doentio!!! Ele logo começou a fumar a beber, humilhar ela em todos os sentidos. 
Quando chegava em casa que havia alguém passava direto e nem cumprimentava a visita, e se fosse algum homem então era briga na certa!!
No primeiro ano do casamento minha mae logo engravidou de mim, sua primeira filha eu Luíza , Antonio ficou muito feliz, pois estavam planejando essa gravidez , mais o segundo filho veio logo  e Antonio começou a dizer: "Esse menino não e meu filho ". Na cabeça doentia de meu pai, qualquer um poderia ser pai daquele menino menos ele, arrumava sempre muitos "amantes " para minha mãe.
Minha mãe depois de tanto sofrimento já não era a mesma , cansada daquela situação já não ficava mais calada , como antes passou a responder as provocações e as brigas foram ficando cada vez mais violentas, socos, pontapés, gritaria e minha mãe engravidou do terceiro filho. 
Na boca de meu pai, meu irmão caçula também não era seu  filho, poderia  ser  filho" do vaqueiro, do padeiro", de qualquer um menos dele; o meu irmão nasceu a sua cara!!!
Meus pais voltaram a morar na cidade, e minha mãe que tinha deixado a escola, voltou a estudar ,nas conhecendo bem , meu pai o chamou pra voltar a estudar junto com ela a noite, ele não quis voltar a escola com ela, mais deixou ela voltar a estudar, mais passado algum tempo, ele começou a pensar e desconfiar de tudo. Algumas vezes ele a seguia, e ela e outras amigas percebiam. Em uma determinada noite ele foi a casa de um parente , ele disse ao meu pai "você deixa sua esposa estudar a noite?Só estuda a noite mulher que quer trair o marido.
E meu pai voltou pra casa transtornado, sempre deixava a chave para que minha mãe entrasse, e naquele dia ele simplesmente fechou a porta e minha mãe estranhou sua atitude!!!E começou a lhe chamar , ele não estava dormindo mais fingiu estar ela do lado de fora da casa o chamando.
Ele muito agressivo, naquela noite começou a gritar com ela dizendo:
Aqui você não entra sua vagabunda, mulher que estuda a noite não passa de vadia!!!
Ela se assustou pois meu pai tinha deixado ela voltar a estudar, e então meu pai, abriu a porta e agarrou minha mãe pelos cabelos, e tentando a enforcar a jogou no chão, e minha mãe que já estava acostumada a se defender começou a dar socos nele também!! E em um destes socos deu um tapa na cara dele e sua mão  pegou dentro da boca e começou a sangrar. Ele ficou mais violento ele a jogou outra vez  no chão tentado colocar sua cabeça debaixo do pé da mesa!!
Presenciamos tudo aquela briga violentíssima, e com a gritaria foram ajuntando gente meus avós vieram em nosso Socorro, enfim meu pai foi se acalmando, por fim a briga  acabou.
Minha mãe cansada daquilo tudo depois de 6 longos anos, tinha deixado a igreja começado a fumar a beber, e seu tão sonhado casamento tinha virado um pesadelo, agora também minha mãe apesar de Jovem tinha 3 filhos que agora era sua responsabilidade,colocou um fim aquele casamento violento e sem amor!!
Ana mesmo jovem não conseguiu se casar de novo, cuidou dos filhos sozinha, meu pai foi embora ,depois de 4 anos se casou de novo, mais sua bebedice e sua violência perduraram no seu segundo casamento. Morreu aos 56 anos alcoólatra e sem Jesus.
Minha mãe tentou por várias vezes encontrar um novo Amor, mais todas suas tentativas frustadas!!
Minha avó materna, orava muito por minha mãe, e depois de anos de sofrimento ela voltou aos caminhos do Senhor. 
Voltou pra igreja e e viu de perto o "Amor de um pai que nunca nos abandona"
Morreu depois de anos na igreja, jovem ainda 54 anos de um enfarte fulminante.

Fica ai um aprendizado nem tudo que reluz e ouro e nem todo que diz Senhor senhor entrará no reino dos céus!!!Sou fruto desse casamento e trago comigo marcas de um casamento fracassado!!
ais Jesus tem me transformado e restaurado minha vida  e sou muito grata a "Ele". Obrigado Senhor Jesus por cuidar de mim e de minha família.


fonte: Luíza (anomina)



Um vestido Preto e 3 visuais












Como enfrentar algo inesperado



Todos nós passamos por grandes e pequenos desafios da vida. Como lidamos com essas lutas diariamente determina o nosso bem-estar físico e mental. Um único evento é suficiente para nos convencer de que não temos controle sobre nossas circunstâncias. Às vezes, esses desafios nos consomem com culpaataques de pânico ou fadiga crônica . Nossos problemas nos pressionam de todos os lados, ameaçando nos esmagar ou quebrar.

Surpreendentemente, todos os desafios da vida têm uma relação direta com a definição do nosso propósito na vida. Oh, se pudéssemos encontrar a garantia de que há um plano ou razão para as dificuldades que enfrentamos. Nós buscamos pelo sentido na tragédia, questionando a nossa razão de esperança ou de um futuro. Por que eu, Deus? Como posso perdoar? Odeio a minha vida! Como posso parar a dor?"



Desafios da Vida - Além do Seu Controle

Enfrentamos os nossos maiores desafios da vida quando lutamos para encontrar o amor, segurança e garantia de que a vida realmente tem significado. Nossos medos, comportamentos doentios e lutas emocionais excessivas resultam da nossa incapacidade de corretamente interpretar e lidar com as nossas circunstâncias e sentimentos. Quer estejamos lidando com a dor crônica, com perdoar a infidelidade ou com tentar engravidar, é possível ir além desse lugar de desesperança.

Quando desenvolvemos um relacionamento pessoal com Aquele que nos criou, descobrimos como Deus quer que respondamos em qualquer situação.
Se você estiver enfrentando uma decisão difícil, confie que Deus pode proporcionar o conforto, a força e a sabedoria de que você precisa para continuar até a sua meta (Isaías 43:1-2). Ao colocar nossa fé em Deus, tiramos as nossas mãos dos nossos problemas. "Eu te amo, ó Senhor, força minha. O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo, em quem me refúgio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio" (Salmo 18:1-2). Deus nos deu o Seu Filho, Jesus Cristo, para alcançar além do tempo, dos desafios da vida e até da morte para nos salvar.


fonte:http://www.allaboutlifechallenges.org