domingo, 14 de outubro de 2012

Ensine seus filhos a valorizar a Igreja


Pela graça de Deus, nós pais temos um auxílio precioso na educação dos nossos filhos: a Igreja de Cristo. Refiro-me a comunidade que Deus instituiu em torno da obra de Cristo, a Igreja bíblica e doutrinariamente sadia.
É muito importante que entendamos o papel da Igreja na educação dos nossos filhos, pois sempre correremos o risco de nos equivocarmos.
Os equívocos em relação a Igreja costumam ser relacionados a posições extremadas. De um lado, pais que negligenciam a Igreja, afastando os seus filhos da comunidade cristã e do ambiente eclesiástico. De outro lado, pais que entregam os seus filhos para a Igreja educar. São omissos como pais e acreditam que a Igreja deve fazer o trabalho de educação dos seus filhos.
Uma abordagem correta com relação ao tema é necessária.
Alguns conselhos práticos com relação a Igreja e nossos filhos:


a) valorize a Igreja. Deus criou a Igreja e não há Cristianismo sem participação na comunidade de Cristo (Igreja);


b) frequente a Igreja o máximo que puder, assim nossos filhos seguirão o exemplo e serão beneficiados;


c) leve os filhos as programações de crianças e de jovens que a Igreja promove. Incentive, insista, vá com eles. Não aceite “não quero ir a Igreja”. Não espere também que eles vão sozinhos;


d) nunca arrume programação para os filhos no horário da Igreja (como competições esportivas, passeio regulares e visitas a parentes). Você vai chorar depois quando os seus filhos estranharem a Igreja e gostarem mais das coisas do mundo;
e) não desqualifique nem critique a Igreja na frente dos seus filhos. Eles aprenderam o procedimento errado;


f) frequente as classes sobre educação de filhos e casamento oferecidas pela sua Igreja;
g) ir a Igreja não é opcional. Na casa de gente comprometida com Deus todos os filhos frequentam a Igreja e participam ativamente da comunidade;

h) apoie a disciplina da Igreja quando ela for direcionada aos nossos filhos, não fique “na defesa”. Muitos abandonam a Igreja quando os filhinhos são “tocados”;



i) incentive os seus filhos a terem amizade com pessoas da Igreja. Muito cuidado: gente de fora leva para fora! Educar filhos é tarefa dos pais e não da Igreja. A comunidade ajuda na educação e na formação dos nossos filhos e essa ajuda é muito preciosa.


Não desperdice a Igreja, você vai se arrepender depois!



Filhos crescendo no amor e no ensino do seio da Igreja de Cristo é uma grande bênção com valor incalculável e com grande impacto no futuro deles.

Como devem os cristãos disciplinar seus filhos? O que diz a Bíblia?

Pergunta: "Como devem os cristãos disciplinar seus filhos? O que diz a Bíblia?"


Resposta: Como melhor disciplinar os filhos pode ser uma tarefa difícil de aprender, mas é de importância crucial. Alguns afirmam que a disciplina física (castigo corporal) como a palmada seja o único método que a Bíblia apoie. Outros insistem que "castigos" e outras punições que não envolvam a disciplina física são muito mais eficazes. O que diz a Bíblia? A Bíblia ensina que a disciplina física é adequada, benéfica e necessária.

Não entenda mal - não estamos de modo algum defendendo o abuso infantil. Uma criança nunca deve ser disciplinada fisicamente a ponto de causar-lhe dano físico. De acordo com a Bíblia, entretanto, a disciplina física, de forma apropriada e controlada, é algo bom e contribui para o bem-estar e correto treinamento da criança.

Na verdade, muitas Escrituras promovem a disciplina física. “Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno” (Provérbios 23:13,14; ver também 13:24; 22:15; 20:30). Há também outros versículos que apoiam a correção física (Provérbios 13:24, 22:15, 20:30). A Bíblia fortemente enfatiza a importância da disciplina; é algo de que todos precisamos para que sejamos pessoas produtivas, e é muito mais fácil se aprendido quando somos mais jovens. Crianças que não recebem disciplina muitas vezes crescem rebeldes, não têm respeito à autoridade e como resultado não estão dispostas a prontamente obedecer e seguir a Deus. O próprio Deus usa a disciplina para nos corrigir e conduzir ao caminho certo e para encorajar o arrependimento por nossos atos errados (Salmos 94:12; Provérbios 1:7, 6:23, 12:1, 13:1, 15:5; Isaías 38:16; Hebreus 12:9).

A fim de aplicar a disciplina de forma correta e de acordo com os princípios bíblicos, os pais devem estar familiarizados com o que a Bíblia diz sobre a disciplina. O livro de Provérbios contém sabedoria abundante em relação à educação dos filhos, tais como: "A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe" (Provérbios 29:15). Este versículo descreve as consequências de não disciplinar uma criança - os pais passam vergonha. Naturalmente, a disciplina deve ter como objetivo o bem da criança e nunca deve ser usado para justificar o abuso e maus-tratos infantis. Nunca deve ser usado para descarregar raiva ou frustração.

A disciplina é usada para corrigir e treinar as pessoas a seguir no caminho certo. "E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela" (Hebreus 12:11). A disciplina de Deus é amorosa, assim como deve ser entre o pai e seu filho. A disciplina física nunca deve ser usada para causar danos ou dores físicas permanentes. A punição física deve ser sempre seguida imediatamente por confortar a criança com a garantia de que ele/ela é amada. Esses momentos são perfeitos para ensiná-la que Deus nos disciplina porque nos ama e que, como pais, fazemos o mesmo pelos nossos filhos.

Podem outras formas de disciplina, tais como castigos ou “tempo sentado”, ser usadas no lugar da disciplina física? Alguns pais acham que seus filhos não respondem bem à disciplina física. Alguns pais acham que castigos ou tomar algo das crianças é mais eficaz em estimular a mudança de comportamento. Se esse for realmente o caso, com certeza os pais devem empregar os métodos que melhor produzem a mudança necessária de comportamento. Embora a Bíblia inegavelmente defenda a disciplina física, a Bíblia está mais preocupada com o objetivo de construir um caráter que agrade e Deus do que no método preciso utilizado para produzir esse objetivo.

Para dificultar essa questão ainda mais é o fato de que os governos estão começando a classificar todo o tipo de disciplina física como abuso infantil. Muitos pais não dão palmadas em seus filhos por medo de serem denunciados ao governo e correrem o risco de perderem os seus filhos. O que os pais devem fazer se um governo tornou ilegal a disciplina física de crianças? De acordo com Romanos 13:1-7, os pais devem se submeter ao governo. Um governo não deve nunca contradizer a Palavra de Deus e a disciplina física é, biblicamente falando, para o bem das crianças. No entanto, manter as crianças em famílias em que pelo menos receberão um pouco de disciplina é muito melhor do que perder crianças aos "cuidados" do governo.

Em Efésios 6:4, os pais são orientados a não provocarem os seus filhos à ira. Em vez disso, devem criá-los nos caminhos de Deus. Educar uma criança na "doutrina e admoestação do Senhor" inclui disciplina física controlada, corretiva e amorosa.

Pais, criando filhos para o Senhor!


Os pais são os representantes de Deus, e a obra de preparar os filhos tanto para esta vida como para a vida eterna, pertence aos pais. Porque o lar é a primeira escola, e os pais os primeiros professores. Já nos tempos do Antigo Testamento Deus instruiu os pais de família, dizendo: "Estas palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-se e ao levantar-se. Também as atarás como sinal na tua mão e serão por frontal entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas". Deuteronômio 6:6-9 Mais de mil e quinhentos anos mais tarde, o apóstolo Paulo escreveu: " Pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestações do Senhor." Efésios 6:4
Quando se deve começar a educação? Na infância evidentemente. Logo que uma criança é capaz de formar uma idéia, deve começar sua educação. Educação quer dizer o processo pelo qual a criança é instruída, desde o berço à infância, da infância à juventude, e da juventude à maturidade. A Palavra de Deus recomenda: "Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho, não se desviará dele." Provérbios 22:6 "As lições que a criança aprende durante os primeiros sete anos de vida, tem mais a ver com a formação do seu caráter, que tudo o que ela possa aprender nos anos posteriores." Orientação da Criança, 193. Na verdade os três primeiros anos são os mais expressivos, daí a importância da companhia da mãe de maneira especial nesta etapa da vida da criança. Os componentes do relacionamento nos primeiros anos não podem ser supridos por mães substitutas, ou mesmo por creches. O papel desempenhado pela mãe nos primeiros anos tem efeito decisivo sobre a inteligência da criança. Em resumo: o papel dos pais e principalmente o da mãe, na educação dos filhos, é da mais alta importância e insubstituível.
Que lições devem ser ensinadas aos filhos?
1. A primeira lição que deve ser ensinada à criança é que Deus é o nosso pai. O pai e mãe terrestres, são representantes do Pai celestial. Esta é uma grande responsabilidade que repousa sobre os pais. Devem ensinar à criança que Deus é amor e que Ele é também a fonte de todo o bem, devem os pais ensinar ao bebê, à criança e ao jovem, o amor de Jesus. Outro ensino fundamental a ser ensinado é o amor ao próximo. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo é das regras mais importantes da vida.
2. Em segundo lugar deve-se ensinar à criança, as lições de obediência e respeito aos pais, bem como o domínio próprio. Pais que deixam passar vários anos para depois ensinar aos filhos que devem ser obedientes, estão perdendo a chance de educar, pois depois dos primeiros anos se torna impossível ensinar lições de obediência. O santo Livro diz: "A criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe. . . Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias à tua alma." Provérbios 29:15 e 17.
3. Em terceiro lugar deve-se ensinar á criança, lições sobre saúde. A importância de ingerir alimentos saudáveis, em horas certas; o asseio pessoa; o dormir em ambiente ventilado; o evitar o uso de drogas que destroem a saúde, como o fumo o álcool e os tóxicos em geral. As potencialidades de uma criança podem ser incalculáveis. Se os filhos forem bem educados, poderão ser uma alegria para os pais, uma bênção para a comunidade e acima de tudo, honra e glória para Deus.
4. Um outro elemento que deve fazer parte da educação da criança é o espírito de serviço. A criança deve ser estimulada a auxiliar o pai e mãe, estimulada a ser abnegada e dominar-se a si mesmo. Os nossos filhos são um precioso tesouro que o céu nos confiou. No Salmo 127:3, A Bíblia diz que os filhos são a herança do Senhor. Uma grande educadora escreveu o seguinte: "Os pais devem ser a mão humana de Deus, preparando a si mesmos e aos filhos para a vida sem fim. É como se Deus nos dissesse: Eduquem esta criança para mim, a fim de que ela possa um dia brincar nas cortes eternas." Poderia citar vários exemplos de crianças que foram educadas dentro dos padrões da orientação de Deus.
Vamos citar apenas dois exemplos:
a) Moisés - Tornou-se o líder do povo de Deus. Como historiador, poeta, filósofo legislador e líder - excedeu todos o homens da antiguidade.
b) Samuel - Dedicado a Deus desde a concepção. Serviu a Deus nos dias dos primeiros reis de Israel. Tornou-se um grande profeta do Senhor. Certa vez numa igreja, o ancião chegou ao pastor e propôs um severo castigo para dois meninos que estavam estragando um tapete do tempo. - Deixe os meninos disse o pastor: Uma polegada de meninos vale mais que quilômetros de tapetes. Amados pais: Nosso filhos são preciosos presentes de Deus. São a herança do Senhor. Como pais, devemos saber que um dia Deus vai perguntar: "Onde está o rebanho que te foi confiado, o teu lindo rebanho?" Jeremias 13:20.
Ou em outras palavras: Onde estão os filhos que eu te dei? Cada um de nós terá que responder, queiramos ou não. Permita Deus, que nossa resposta possa ser a que está em Isaías 8.18, "Eis-me aqui, e os filhos que o Senhor me deu." Repetida em outras palavras em Hebreus 2:13: "Eis aqui eu, e os filhos que Deus me deu." Logo Jesus voltará a este mundo para reunir a família da terra com família do céu. Cada filho da família terrestre deverá receber as boas vindas no lar de glória. Permita Deus que todos nós, pais e filhos sejamos recebidos por Jesus quando Ele vier. O meu grande desejo é que vocês pais possam ser abençoados ao educar.
E um dia Deus os recompense com a herança do Senhor. Uma Herança Celestial Você está encontrando dificuldades para educar o seu filho, ou sua filha? Alguma vez já pensou que talvez seria melhor não tido filhos? Você fica preocupado com o futuro de seu filho ou sua filha? Havia um príncipe árabe que ficava espantado com as reclamações que seus colegas casados faziam, relacionadas com a educação dos filhos. A todos, ele dizia, que tinha seis regras infalíveis para educar os filhos. Passados alguns anos ele se casou. Depois de um certo tempo de casado, em conversa com seus amigos, um deles recordou-lhe o assunto das seis regras infalíveis e perguntou como elas eram aplicadas, já que agora ele tinha filhos.
O príncipe sorriu, e após alguns instantes condenou-se , dizendo: "eu agora tenho 6 filhos e nenhuma regra. Educar filhos, quando não se tem filhos é fácil, assim como é mais fácil educar os filhos dos outros. Embora haja dificuldades no lidar com as crianças, elas estavam no plano de Deus desde a criação. Em Gênesis 1:27-28, a Bíblia na Linguagem de Hoje declara: "Tenham muitos e muitos filhos. 
" Aquele que deu Eva a Adão por companheira. . .ordenou que homens e mulheres se unissem em santo matrimônio, para constituir famílias cujos membros, coroados de honra, fossem reconhecidos como membros da família celestial. Na Europa, que é o continente que foi duramente afetado pelas duas guerras mundiais os pais estão diminuíndo ao máximo o número de filhos. Na Alemanha, o país que mais sofreu com os horrores das guerras está se tornando um país de velhos. Em muitos países um bom número de hotéis aceitam cachorros, mas não concordam em hospedar crianças. Na Bíblia lemos: "Herança do Senhor, são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão." Salmo 127:3.
Mas o que significa: Os filhos são a herança do Senhor? O significado da palavra herança é algo passado para descendentes esperando que eles administrem, como o mesmo empenho dos antepassados. Os Filhos são a herança do Senhor. Vieram das mãos do Senhor e são confiados aos cuidados dos pais. E Deus, espera receber os filhos das mãos de seus pais, na volta de Cristo. Os filhos são entregues aos seus pais como um precioso depósito, o qual Deus requererá um dia de suas mãos. Devemos dedicar à sua educação mais tempo, mais cuidado e mais oração. Uma boa parte dos filhos são apenas colocados no mundo e a partir de então eles próprios tem que tomar as suas decisões Toda casa, para progredir deve ter uma legislação própria. Cabe aos pais definir as leis da casa e torná-las conhecidas dos filhos.
Cabe aos filhos seguí-las totalmente. Deus deu aos pais toda a autoridade necessária para a educação dos filhos. A Bíblia declara: "Coroa dos velhos são os filhos dos filhos, e a glória dos filhos são os pais." Provérbios 17:6 "Filhos que desonram e desobedecem aos pais e não levam em conta seus conselhos e instruções não podem ter parte na terra feita nova. A terra purificada nãos será lugar para filhos rebeldes, desobedientes e ingratos. Nenhum transgressor pode herdar o reino de Deus." LA 294: 2,3. Na Bíblia encontramos uma história de um pai que tinha sérios problemas com os seus filhos. Esta história está relatada em I Samuel, capítulo 2.
Eli era sacerdote, juiz e pai em Israel. Como sacerdote e juiz, Eli ocupava as mais altas posições e responsabilidades diante de Israel. Nestas funções, ele era olhado como exemplo e exercia grande influência sobre as tribos de Israel. Como pai Eli tinha sérios problemas. Ele não governava bem a sua casa: Era um pai transigente, em vez de contender com eles ou castigá-los submetia-se às suas vontades e os deixava seguir seu próprio caminho. Não corrigia os maus hábitos e paixões de seus filhos. Por amar a comodidade, considerou a educação de seus filhos como algo de pouca importância. Eli não dirigiu sua casa segundo as regras de Deus para o governo da família. Seguiu seu próprio juízo. Ele deixou de tomar em consideração as faltas e os pecados de seus filhos em sua meninice, comprazendo-se com o pensamento de que após algum tempo eles perderiam suas más tendências. Muitos hoje estão a cometer erro semelhante.
Julgam que conhecem um meio melhor para educar os filhos. Não procuram a sabedoria de Deus através de Sua Santa Palavra. Esperam que os filhos fiquem mais velhos, para que assim possam entende-los. Fazendo assim, os maus hábitos dos filhos são fortalecidos até se tornarem uma segunda natureza. Os filhos crescem sem sujeição, com traços de caráter que são para eles uma maldição por toda a vida, e que podem reproduzir-se em outros. Por causa da negligência de Eli, seus filhos não seguiram o caminho que deveriam ter seguido. O final para Eli foi muito triste. Quando soube da morte de seus filhos e do desaparecimento da Arca de Deus, foi tão grande o susto que Ele levou, que caiu de uma cadeira, quebrou o pescoço e morreu.
Hoje eu posso estar falando à pais que estão desesperados por que não sabem mais o que fazer com seus filhos rebeldes. Ou também posso estar falando para jovens que estão esperando o primeiro filho, e que estão ansiosos de como devem agir em relação à educação do bebê que irá nascer, ou então para pais que tem filhos pequenos, e desejam dar uma melhor educação para seus filhos. Creiam, o maior desejo de Deus, é que devolvamos os nosso filhos, a herança que Ele nos deu, no dia da volta de Cristo. Para isso é preciso que busqemos a sabedoria que vem do alto. Com toda certeza o Pai que está no céu nos dará o conforto. Deus em seu infinito amor nos mostrará como agir, como falar como os nossos filhos e como ensiná-los no caminho que conduz à eternidade.
Fonte: www cvvnet.org 



Por:www.vivos.com.br


Pais e o cuidado com os fillhos

Estava esses dias, vendo meu face e vi em meio a várias postagens algumas discussões sobre a melhor maneira de estar lidando com os trabalhos com crianças dentro da igreja. As vezes achamos fácil criticar os trabalhos da igreja e suas falhas, mais andei pesquisando vários estudos sobre este assunto curioso, as responsabilidade de pais com seus filhos!!
Ao invés procurar sempre algum culpado com fez Adão e Eva ao falhar diante de Deus, procure sim aprender a melhor maneira de Educar seus filhos.

O livro de Provérbios faz parte do grupo dos livros poéticos das Santas Escrituras.
E, por meio de declarações concisas e diretas, ele transmite a sabedoria divina ao povo de Deus.
        E o objetivo dessa coletânea de princípios preliminares é apresentar o caminho da atitude sábia que os homens devem seguir, e o viver de temor a Deus. Nesse texto, aplicaremos o capítulo 1 de Provérbios que fala sobre a Palavra de sabedoria aos pais.
       Ouvintes, os pais devem ajudar os filhos a não desprezar a sabedoria, o ensino, a inteligência, o entendimento de Deus. Devem usar a Palavra de Deus para desenvolver neles o bom procedimento e os três fundamentos do conviver adequado: a justiça, o juízo e equidade. Os pais ainda devem usar as palavras da Bíblia para ajudarem os filhos pequenos a abandonar a tolice, porque a Bíblia diz que a criança é tola, imatura. A Palavra do Senhor relata que os pais devem ajudar os filhos a abandonar a imaturidade já na adolescência, na juventude, e ganhar o conhecimento, o bom juízo.
       Se os filhos forem criados no caminho do Senhor, eles vão se tornar prudentes, habilidosos na parte de entender provérbios, parábolas e o mistério da vida humana. Agora, entre todas as coisas que o homem debaixo desse sol pode aprender, nada se compara ao fato de uma pessoa temer a Deus.
       Não permita que seu filho erre o alvo e se embrenhe no caminho sem conhecimento que, quando superficial, o homem detém todas as informações dessa vida, mas no final despreza a sabedoria de Deus. Deve haver um ensino que pode levá-la a ter um viver reto entre os homens e temente a Deus.
       Você que é pai ou mãe deve buscar a cooperação um do outro, a união dentro de casa. Os pais devem ensinar os filhos a seguirem a instrução da mãe e essa, por sua vez, ajudá-los a ouvir o ensino do pai. Em uma casa não pode haver duas vozes, dois caminhos, duas direções, não! Você pai, mãe, quando for ajudar seus filhos a aprender o ensino, a instrução dos céus. Assim eles serão os mais diferentes dentre os homens e neles por meio do viver da atitude, do falar serão vistos um diademas e um colar espiritual. O diadema é uma espécie de coroa que somente os reis e pessoas de exaltada posição usavam. O colar, segundo a simbologia Bíblica sugere o mais alto ornamento da submissão de uma pessoa a Deus. Então vejam que o ensino, e a instrução dos céus vividos em um filho são o verdadeiro conceito de beleza.
       Os pais devem procurar saber o que acontece com os filhos. Não somente dentro de casa, mas principalmente fora dela. Dentro da casa, nós podemos ter controle, mas no ambiente externo há muitas coisas negativas acontecendo ao mesmo tempo. E neste ambiente perigoso, muitas pessoas más procuram seduzir nossos filhos a seguir a correnteza da vida como um embarata. Por isso, os pais devem também saber o que se passa com eles fora dos muros da casa. Verifiquem: será que há alguém tentando seduzi-los a participar de um grupo de delinqüentes que procuram ocupar suas vidas vazias com crimes e roubos?
       Além disso, atentem também, queridos pais, para o namoro antes do tempo. Com o envolvimento deles com o homossexualismo, uso de drogas, bebidas alcoólicas, as saídas fora do horário. Dentro de casa, continuem observando se não estão assistindo programas na internet dentro do seu quarto ou pornografia: se estão usando a internet inadequadamente. Vejam, ouvinte, que a palavra "seduzir" tem os seguintes significados: atrair, encantar, fascinar, deslumbrar e engodar. Ardilosamente, com o propósito de levar uma pessoa a cometer erros ou fazer mal. Muitas vezes, os pais perguntam: como ser um bom pai? E o que fazer para salvar os seus filhos desse mundo tenebroso? A resposta é: obedeçam apenas a Palavra de Deus e vocês terão a cooperação do Espírito de Deus ao seu lado. E eles podem dizer o que vocês devem fazer. E pode também convencer os seus filhos a se submeterem às suas instruções.
       Queridos pais, lembrem-se: Deus é o principal responsável por suas palavras, quando chegar o fim da tempestade, do redemoinho, de toda angústia e situações que geralmente envolvem a criação dos filhos, nós vamos rir no reino de nosso Senhor Jesus. Nós pais, com todos nossos filhos, porque teremos vencido o dia mal.
        Até que esse dia chegue, devemos gritar a sabedoria no trabalho, nas reuniões de pais, nas padarias, nos parques, em todo lugar como o testemunho vivo de pessoas que aguardam o Deus Criador, que fez tantas promessas maravilhosas, o cumprimento de suas Palavras, a salvação da família. Ouvinte, que essa palavra possa renovar a disposição de você (pai ou mãe), no que tange a criação dos seus filhos.

 fonte:www.ipda



Pais e o cuidado com seus filhos dentro da Igreja

Nesta postagem estaremos falando sobre várias maneiras de afastar os filhos da igreja.

1 – Diante das menores dificuldades, tais como indisposição, chuva, frio, cansaço, não vá aos cultos. Seu filho vai crescer com a ideia de que frequentar as reuniões não é assim tão necessário.
2 – Quando estiver à mesa ou em reuniões familiares, faça comentários e críticas ao ensino e atitude do pastor e dos líderes; assim seu filho crescerá não tendo respeito por eles e nem dando crédito aos seus ensinos.
3  – Cuide para que seu filho cresça num lar que não seja diferente de qualquer outro; afinal, que valor há em aplicar os princípios da Palavra de Deus a todos os aspectos da vida familiar?
4 – Gaste diante da TV ou computador todo o tempo que passa em casa, ao invés de separar parte dele para leitura da Bíblia e oração. Basta orar na hora das refeições. Com certeza o seu filho aprenderá que, assim como orar e estudar a Palavra de Deus não tem valor para você, não deve ser importante para ele.
5 – Comente à vontade a vida de outro membro da igreja diante de seu filho. Depois, ao se encontrar com ele no templo, apresse-se a cumprimenta-lo com sorrisos. Se mais tarde seu filho pensar que a vida cristã é pura hipocrisia e não desejar seguir o mesmo caminho, não estranhe.
Você poderia acrescentar mais algum item a esta lista?