segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Gozo (fruto do Espirito)



Muita e muita gente neste mundo quer ter gozo, mas o gozo dos sentidos físicos - comer, beber, viajar, luxúria, luxo habitacional, etc.. O gozo a que se refere o texto, para além de incluir uma boa e honesta qualidade de vida, consta especialmente de uma felicidade interior, provinda do perdão dos nossos pecados, da paz com Deus e da certeza de viver o presente sem ter medo do futuro.
É o gozo de viver nas mãos de um Deus que é amor, que é todo poderoso, eterno, santo, e que tem Consigo um lugar de bênção para todos os Seus.
O gozo, fruto do Espírito, não nos prazeres (às vezes baixos e sujos) e distrações desta vida física, mas no garante de uma satisfação eterna.
O verdadeiro gozo e alegria não dependem das circunstâncias ou condições externas; está cima e para além delas, pois a sua fonte está no Espírito de Deus, que produz esse fruto em nós.
Que grande alegria e feliz é o momento em que alguém se rende incondicionalmente a Jesus e Lhe dá o coração para Ele gerir! É um momento de júbilo, felicidade, transformação e salvação. Jamais esqueceremos esse momento de gozo!
A partir de então há salvação concretizada, há certeza do perdão dos pecados, há alegria e comunhão crescentes, há gozo inolvidável, que jamais acaba, pois é fruto do Espírito Santo, que agora habita em nós.
Por favor, experimenta este gozo, orando agora a Deus : - Senhor, creio que Tu existes, creio que deste o Teu Filho amado pelos meus pecados. Aceita agora este humilde e arrependido pecador e salva-me, por amor do Teu Nome - JESUS!


http://archote.blogs.sapo.pt/513968.html
Postar um comentário