sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Amor (fruto do Espírito)




Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus
é derramado em nosso coração pelo
Espírito Santo, que nos foi outorgado" (Rom. 5:5).

1. Por que Paulo mencionou o amor como o primeiro "fruto
do Espírito" em Gálatas 5:22? Veja I Coríntios 13.

Na primavera dos climas temperados,determinado tipo de árvore produz folhas inevitável e espontaneamente, conforme a seiva começa a subir o tronco e alcançar cada galho e ramo. Da mesma forma, um cristão cheio doEspírito produzirá o fruto do amor, por meio do espírito.
Jesus é Deus. Como não existe vida sem de Deus ,não existe amor ou virtude a não ser em Deus.
Se se espera que um ser humano possua e manifeste o amor divino, ele deve recebê-lo de Deus.
Não existe outra fonte. De onde mais viria,se não de cima? Será que seres que são apenas proteína, carbono, água ou apenas átomos e moléculas, não importa quão sadios sejam,podem expressar amor? Como esses elementos podem amar? Não importa quão bom pintor seja,não importa quão perfeitas sejam suas pintura se tela, nenhuma flor que a pessoa pinte viverá,fará a fotossíntese ou produzirá semente.
Carbono, água e proteína, por si mesmos,não podem viver, muito menos amar.
O amor tem que vir de uma fonte que por si mesma sabe amar e pode conceder amor. Essa fonte, evidentemente,é Deus(veja I João 4:8).Uma pergunta importante precisa ser respondida: o que queremos dizer por "amor"?
Essa palavra foi tão ampliada e, conseqüentemente,tão desmerecida, para cobrir uma multidão tão grande de atos e emoções, que dificilmente lhe fazemos justiça. Mas a Bíblia traz versos que nos ajudam a entender o conceito bíblico de
amor como fruto do Espírito.

2. Qual é o fator crucial que nos ajuda a entender a natureza do amor, como descrito nas Escrituras? Como essa idéia nos ajuda a entender por que "o amor de Deus... derramado em nosso coração" (Rom. 5:5) vem do Espírito Santo? João 3:16; 15:13 e I João 3:16



Postar um comentário