quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Precisamos nos aceitar!!!Gordinhas ou magrinhas

Concordamos que nós mulheres somos muitas vezes ingratas com nós mesmas. Pesquisas afirmam que no mundo todo, as mulheres são sim, eternas insatisfeitas com as aparências, mesmo aquelas mulheres que são unanimidades no quesito beleza, também querem mudar alguma coisa em sua aparência.
Entretanto, o problema é um pouco mais grave quando por trás desta não aceitação, a baixa autoestima prevalece e em alguns casos, a falta de amor-próprio. Neste post de hoje, nós vamos tentar reverter esta situação para ajudá-la a resgatar a autoestima, encarar o espelho de frente com mais amor, tranquilidade e o mais.A autoaceitação é incondicional. Ou seja, seja sua melhor amiga, não mesmo sendo perfeita, afinal, ninguém é.
Dê prioridade às suas qualidades, seus defeitos e seus limites e avalie-os. Assim, você irá conseguir identificar o que realmente importa para você e o que você deve mudar.
Não fique lamentando seus pontos fracos. Ao contrário disso, compreenda o que você pode fazer para melhorá-los, um a um.
Estabeleça metas realistas e viáveis. Ou seja, se o seu biótipo é mais cheinho, você deve entender e compreender que nunca será magérrima como a top model Gisele Bündchen e muito menos mudar sua aparência do dia para a noite.
Aprender com os erros é fundamental. Encare-os como uma oportunidade para a mudança, rumo ao sucesso e não como uma prova de fracasso e incompetência. A sua chance de acertar são maiores, pois não irá cometer falhas novamente.
Faça o melhor que puder, mas na dose certa. Ser muito crítica e rigorosa consigo mesma não vai ajudá-la em nada.s importante, a aceitação.











fonte:http://labella.blog.br
Postar um comentário