sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Alérgias (uticária tem cura?)

A urticária é uma reação alérgica e como toda reação alérgica ela tem controle. O ideal é que o indivíduo não entre em contato com as substâncias que possam desencadear um quadro alérgico por toda a vida.

Indivíduos com propensão alérgica devem realizar o chamado teste de alergia para verificar quais são as substâncias que ele deve evitar contato como forma de prevenção da urticária e de outros processos alérgicos.

Ainda não se sabe o porquê mas em alguns indivíduos a urticária parece ter uma cura espontânea, manifestando-se somente uma vez na vida e sendo rapidamente controlada com a toma de anti-histamínicos via oral.





Prevenção da urticária

Indivíduos que tiveram um episódio de urticária provavelmente voltarão a tê-lo, pois cerca de 30% dos pacientes, desenvolvem a urticária crônica. Por isso, é importante saber como prevenir.
Como forma de prevenção da urticária recomenda-se evitar os alérgenos e o consumo de medicamentos à base de ácido acetil-salicílico, antiinflamatóios não hormonais, codeína e morfina, pois estes podem favorecer a urticária.  Os que utilizam pequenas doses de aspirina como forma de prevenção de tromboses podem continuar a tomá-la, embora o clopidogrel seja uma melhor opção.

Tratamento para urticária

Em caso de urticária aguda (dura até 6 semanas) ou urticária crônica (mais de 6 semanas) o tratamento indicado é o uso de anti-histamínicos e/ou corticóides. Casos mais graves devem ser tratados com Epinefrina, para evitar que a garganta fique muito inchada e impeça a respiração.
O tempo de tratamento e a dose recomendada vão depender do estado de saúde do indivíduo e da gravidade da urticária.

Referência Bibliográfica


CRIADO PR; CRIADO RFJ; MARUTA CW; MARTINS JEC; RVITTI EA. Urticária Acesso em Junho, 2012.
Aqui

Postar um comentário